Acompanhe o RSS: Artigos | Comentários | Email

Bento XVI e a Tamarineira

8 comentários

Perrusi, Pai

De médico e louco, cada um tem um pouco. A novidade, no entanto, é que Bento XVI acaba de decretar a ressurreição do diabo, do demônio, de satanás. Em suma, do Coisa Ruim que, de uma forma insidiosa, mandou seus filhotes infestarem a maioria dos padres pedófilos da ICR. O Papa, humildemente, pediu desculpas.

Uai! Por que ele pediu desculpas? Será que ele também? Sopra no meu ouvido alguma entidade maléfica.

Não! Não quero, não posso, nem devo acreditar. Vade retro, filhote de Belzebu!

Depois dos avanços da Psiquiatria, da Psicologia, da Neurologia e, até mesmo, da Psicanálise, acreditava-se que os demônios não passavam de crendices populares, embora a prática do exorcismo ainda exista em certos meios católicos e protestantes.

Assim, as chamadas manifestações demoníacas começaram a desaparecer sob o crivo daquelas especialidades que classificavam as diabruras do capeta como doenças mentais perfeitamente identificáveis, algumas até mesmo curáveis.

Porém, Bento acredita em satanás e, para isso, está incentivando a formação de exorcistas que são capazes de lutar contra as forças do mal, expulsando-as das pessoas, exceto, como de praxe, dos corrutos de nossa república.

Por acaso, não foi o próprio Cristo que expulsava demônios e, pelo menos uma vez, os jogou contra uma manada de porcos, em Gedara?

O novo Arcebispo de Olinda e Recife, fiel ao chefe supremo, também deve acreditar nas forças demoníacas que atacam, certamente, os internos do Hospital da Tamarineira. Mas, ao contrário de Bento, o Arcebispo resolveu ser mais objetivo e prático; promete transferir os doentes mentais para umas casinhas (sic), construídas pela Arquidiocese, ficando, é claro, esgoto e água sob a responsabilidade da Compesa (quando?) e a luz, da Celpe (quando?). Afinal de contas, ninguém é de ferro!

No belíssimo local do Hospital, o Arcebispo anuncia que vai mandar construir um shopping e outras coisitas mais, sem mesmo se dar ao cuidado de provar, legal e publicamente, que a Tamarineira pertence, de fato e de direito, à Arquidiocese.

Historiadores contestam a legalidade do caso; jornalistas, ambientalistas e os moradores da área protestam contra o crime que a Arquidiocese pretende praticar, mesmo que o terreno lhe pertença, o que é duvidoso.

Ora, não seria o caso de Bento XVI mandar seus exorcistas ao Recife para examinarem tanto o caso dos doentes mentais da Tamarineira como os próprios mentores do empreendimento imobiliário anunciado?

Não seria o caso de se pensar que não se trata de “doença mental” mas, sim, de possessão demoníaca, tanto de uns como de outros?

Sementeiras
  1. Sequestrei seu texto!

  2. Obaaaa! Me sequestra também. Me sequestra também.

  3. Deusmelivreguarde, Reverendo! Depois do que Perrusi pai escreveu aqui sobre a ressurreição do Coisa Ruim pelas altas patentes da IC, prefiro não arriscar. Seguro morreu de velho. Afe.

  4. Perrusi Pai, não resisti e coloquei seu texto a disposição no meu endereço eletrônico. Fiz mal?

  5. Ao contrário, Aninha. Fez muito bem. O texto é de interesse público pra que todo mundo saiba o que a ICR pretende fazer de mal ao Recife.

  6. O problema é todo esse: a Santa Casa não apresenta ou não quer apresentar provas de que a Tamarineira lhe pertença. Tudo é dogma, uma questão de fé. Então, pra que discutir? E tem mais: quem não tem fé não se salva, vai arder para sempre no fogo do inferno.

  7. Erínia: Seu raciocinio é pertfeito! Baseado nele, vou me candidatar a proprietário da Tamarineira e disputar na Justiça o direito de ocupá-lo. Pretendo argumentar, com toda a razão, que tenho Fé nas coisas invisíveis e que Jesus já me salvou do fogo do Inferno. Cobrarei um real de entrada no monumental Parque de Estacionamento que minha Fé construirá na Tamarineira. Em tempo: acabo de fundar uma religião que se intitula “Igreja Recifense Dona Lindu”, dedicada integralmente à salvação das almas, inclusive a do Papa e a do Arcebispo. A Constituição brasileira, aliás, me isenta de qualquer prova documental sobre não importa o quê. Basta dizer! Não precisa provar nada.
    Um abraço.

  8. Na pior das hipóteses ganha uma lojinha nas dependências do futuro Shopping Tamarineira, para dar início a ambicioso projeto da Igreja.

Deixe um comentário